fbpx

MPN Multi Purpose Network (Redes Multifinalitárias)

chamada-post-site-novo-orlando

Série Amanhã – Edição 01/2017 – Revista Logística – IMAM (Clique aqui para acessar a revista)

Para compreendermos o MPN Multi-purpose Network (artigo 01/1017 da revista IMAM) temos que entender um pouco quatro conceitos importantes: economia de densidade, economia de escala, eli dos rendimentos decrescentes e economia de escopo.

Muito comum atualmente os caminhões trafegarem com cargas bem abaixo de suas capacidades em peso ou em volume. Se antes os veículos lotavam apenas em tonelagem ou em cubagem, hoje alguns lotam em valor por causa de restrições associadas ao seguro da carga. Temos aqui um problema relacionado a economia de densidade que aumenta diretamente o custo operacional. Ou descobrimos modos de flexibilizar estas restrições ou reduzimos o porte do veículo buscando melhores resultados. O mesmo acontece com os armazéns.
Pensando em termos das operações como um todo temos um outro efeito. Quanto mais aumentamos os níveis de produção e consequentemente todos os nossos insumos mais reduzimos os custos unitários de nossos produtos. Se a relação entre aumento de produtos e aumento de insumos for maior que 1 temos economia de escala e se menor que 1, deseconomia.(PINDICK, 2006 pag 201) As operações logísticas normalmente apresentam economia de escala por isso o fenômeno de crescimento do porte dos operadores logísticos e o grande número de fusões e aquisições que acompanhamos aqui no Brasil e em todo o mundo.

A economia de escala não deve ser confundida com a lei dos rendimentos decrescentes. A economia de escala esta relacionada ao longo prazo pois acontece quando todos os insumos são variáveis e a lei de rendimento decrescente (PINDICK, 2006 pag 165) relaciona o comportamento de um insumo em relação a produção enquanto os demais permanecem constantes, comportamento de curto prazo em termos econômicos.
Por exemplo aumentos na capacidade da frota mantendo os demais parâmetros fixos leva a aumentos na produção mas em taxas cada vez menores.

Finalmente a economia de escopo já amplamente discutida no artigo 01/1017 da revista IMAM representa ganhos em função da complementaridade de operações distintas utilizando um mesmo recurso. .(PINDICK, 2006 pag 204)

Uma outra possibilidade de Multi purpose network , não discutida no artigo 01/2017 da revista IMAM é a existência de diferentes supply chain associadas a diferentes produtos de uma mesma empresa que em alguns trechos tem sinergia entre si e em outros não. Por exemplo uma grande empresa de vestuário identificou três cadeias de suprimentos – uma para bens básicos sempre com demanda grande e regular, uma outra rede para estilos sazonais atualizados quatro vezes por ano e uma para as últimas modas em níveis baixos de volumes. Cada cadeia de suprimentos tem um lead time, tamanho de estoque e modo de planejamento de negócios diferentes. Itens básicos com demanda regular – camisetas e meias – são enviados em cargueiros lentos e de baixo custo, enquanto as últimas modas são levadas às lojas por avião. Estas três supply chains utilizam mesma estrutura de armazenagem e despacho e depois tomam caminhos distintos.

Para um maior aprofundamento nos conceitos econômicos sugere se a leitura do livro do Robert Pindick e Daniel Rubinfeld , Micro economia, São Paulo, Pearson, 2006.

Orlando Fontes Lima Junior
Professor Titular da UNICAMP
Coordenador do LALT Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes

 

Blog Attachment

Related Blogs

Deixe-nos um comentário

Translate »